BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Chorona de Plantão


A minha fama é mais do que conhecida: sou a manteiga oficial da família e a “maria-chorona” na roda de amigos. Já ouvi centenas de piadinhas sobre isso, inclusive a clássica: “esta chora até em inauguração de poste”. Eu choro ao assistir novelas (principalmente os últimos capítulos), filmes e seriados. Choro também quando estou conversando com alguém que começa a chorar, choro lendo textos bonitos, choro de saudades, de alegria e de tristeza. Casamento então, é um lugar em que eu já entro chorando! Já me peguei chorando até por pessoas que eu desconheço, mas que as histórias me emocionam. Inclusive, eu também chorei quando fui demitida de uma empresa que eu não queria mais trabalhar! Vai entender...
No dia do meu casamento, eu entrei na igreja chorando. E, como eu não queria chorar, comecei a tentar sorrir, fazendo caretas inimagináveis! Para disfarçar, enquanto eu estava entrando, mandei um beijo para a minha vó! Que figura!!!
Quando meu filho nasceu, eu entrei na sala de cirurgia aos prantos, de tanto medo do que estava por acontecer. E depois que ele nasceu, chorei de alegria. Aliás, lembro que também chorei no meu chá-de-bebê, uma semana antes do parto...
Por mais que eu saiba – e aceite ser esta manteiga derretida – nem sempre eu gosto desta situação. Porque não é sempre que eu quero chorar ou, pelo menos, quero que me vejam chorando. Não é legal estar conversando sobre um assunto triste e chorar junto com a pessoa quando a sua missão é alegrá-la. Ou então chorar vendo um comercial na TV, quando tem um monte de gente assistindo contigo. Ser chorona, algumas vezes, dá um pouco de vergonha, porque o choro vira fútil. Como dosar a real emoção do momento se a pessoa chora porque não consegue abrir um pote de maionese e chora porque viu o filho dar os primeiros passos? Eu realmente não sei, mas sei que choro!
Eu fico em prantos quando leio o livro Pai e Filho, de Tony Parsons, mesmo que eu já o tenha lido 8 vezes. Eu sei o que vai acontecer, conheço a história, mas a cada lida, encontro uma coisa que não tinha percebido, dou um novo rumo para o meu olhar e choro, copiosamente.
Outra cena clássica, foi no amigo secreto do ano passado. Eu tirei o Lê, meu marido, como amigo secreto. E na hora em que a gente tem que dar dicas sobre quem é a pessoa, eu comecei a descrevê-lo e chorei! Lembro que falei e chorei de tal forma que a até uma amiga nossa, que estava na brincadeira, chorou junto... outra manteiga! :o)
A minha última cena de choro “engraçada” foi na semana passada. Fomos ao aniversário da filha de uma amiga minha, que não vejo pessoalmente há pouco mais de um ano, mas que falo diariamente pelo MSN. Pois foi assim: eu cheguei à festa, olhei para ela e comecei a chorar! Tinha um monte de gente na festa, eu não queria chorar, não queria que me vissem, mas lá estava eu, enxugando os olhos!
Tem dias em que eu gostaria de ser mais razão e menos emoção. Encontrar aquela sutil linha do equilíbrio entre as duas que eu, definitivamente, não consigo ter. Minhas conversas são sempre carinhosas, minhas discussões são melodramáticas, minha raiva é momentânea – e vira mágoa – e meu amor é extremamente excessivo. Eu não gosto de alguém: eu amo. Eu não sou indiferente: eu detesto. Minhas emoções vão ao extremo e, por mais que isso seja bom porque eu sou muito verdadeira, me expõe de uma forma que me deixa desconfortável e muito vulnerável.
Acredito que ter identificado isso seja um grande passo para trabalhar com esta choradeira toda. Mas, enquanto isso não acontece, continuo aqui, chorando com tudo aquilo que balança o meu coração. Hoje mesmo eu chorei revendo a cena em que o Chandler e a Mônica se casam, no seriado Friends. Foi um choro gostoso e divertido, como é o próprio casal em questão.
Enfim, esta sou eu: uma verdadeira manteiga derretida!
Sem chorar, por favor! :o)

Postado por Denise (que, inacreditavelmente, não derramou nenhuma lágrima neste post)




11 comentários:

Di Valente disse...

hahahhahhahha
Dê, a minha identificação com seu texto foi IMEDIATA !
Eu sou uma chorona de primeira linha, assim como você choro por tudo.
As vezes até dou risada de mim mesma quando choro em determinadas situações, situações que considero desnecessárias e acho que não havia motivo para chorar kkkkkkkkkk

Só para vc ter idéia.
Tô assistindo o aprendiz universitário 6 e tá no final, ontem chorei pq sairam dois participantes que gostava kkkkkkkkkk

E choro e já chorei por diversos motivos que se fosse citar aqui ficaria até o final do ano..... rsrsrs......

Tb gostaria de controlar mais minhas emoções, mas as vezes é difícil.

Quem sabe um dia o estoque de lágrimas acabe, acho que só assim pra gente parar de chorar

kkkkkkkkk

bjsssssssssssss

Andréa disse...

buáaaaaaaaaa!!!
Isso deve ser coisa de hormônio então!!
Não sei vocês, mas eu na TPM chego a ficar insuportável com tanto chororô.
Às vezes escrevo um texto lá no meu outro blog e quando ele já está postado, releio e choro!!
Mas terrível mesmo foi quando um cliente da assessoria que eu trabalhava me ligou para desejar Feliz Natal.
Ele não disse nada demais, aliás, foi bem básico. E eu na hora comecei a chorar, emocionada.
kkkkkkk
Quando desliguei o telefone o escritório inteiro estava olhando pra mim, com cara de "aconteceu uma tragédia", de tanto que eu chorava.
Só a gente mesmo...
E se a coisa continuar assim, lacrimosa, vamos ter que mudar o nome desse blog para "De Salto Alto, Batom e lencinho".
kkkkkkkkkk
BJs, adorei o texto!!
Déa

Simone Tafinel disse...

Oi Denise, cheguei por aqui pelo blog da Evelyn =) Eu sou bem chorona também, rs, principalmente vendo filmes e seriados, me acaaabo, mas o motivo do meu comentário é sobre o casamento. Cara, quando vc falou das caras impagáveis, puts, me vi todinha! foi exatamente assim no meu. Mal entrei e ja comecei a soluçar... e ao mesmo tempo lembrei que tinha que sorrir, pq tava filmando, e alem do mais, todo mundo tava olhando pra mim. Até hoje meu marido imita as caretas que eu acabei fazendo... Fica muito feio tentar sorrir quando quer chorar, hehe.

bjos

Evelyn disse...

Uia...
A Garrafinha passou por aqui...

Ow, esse é o primeiro post que você faz que eu não choro, impressionante!
Eu nem comento nada, porque estou sempre ao seu lado chorando também, inclusive na inauguração dos postes da cidade...
Se eu chorei quando você me enganou dizendo que estava grávida novamente, nem precisa falar mais nada, né?

Bjo bjo bjo

Di Valente disse...

Ai gente o post fala sobre choro, mas é engraçado e faz rir isso sim !
E espero que esses postes da inauguração sejam da Postes Líder kkkkkkkkkk
Bjsssss

Denise disse...

Isso é o que eu chamo de uma excelente marketeira Di!!! kkkkkkkkk Muito bem! Para conhecer todas as choronas de plantão da cidade, vamos fazer a Postes Líder inaugurar um montão de postes!!! rs beijos

Di Valente disse...

kkkkkk

boa boa rsrsrs

bjs

De Salto Alto e Batom disse...

bem... se tem inauguração, tem que ter divulgação!!!
e isso é um trabalho para LED Comunicação!!!

kkkkkkkk

bjs,
Déa

Denise disse...

Pode deixar que eu reviso todo o material promocional!!!!

Anônimo disse...

Eu amei...sou chorona e não nego....choro em comercial,lembrando de laguma coisa,até quando recebo beijinhos das meninas,me derramo achorar..
Bjs
Obs:É a Gabi,não estou conseguindo etrar com meu nome,que tchongaaaaaaaaaa

Camilla Vilela disse...

Eu choro por qualquer coisa é na escola o povo só tira sarro de mim hoje mesno chorei porque eu queria praticipar do insaio de uma apresentacao para a copa e a menina nao quis colocar meu nome pq ela falou (vc nao vai vc nao sabe dançar)ai ela colocou meu nome
Depois na hora q estavanos ensaiando eka fakou q eu estava fazendo errado ate ai tudo bem ai ela falou isso mais 2vezes e eu chorei ai fica todo mundo faxendo piadinha e tals ai eu me recuperei e continuei e mais tarde na hora da prova eu fakei pra professora "pode deixar a resposta a lapis" ai um menino falou (ai ja vai chorar entao eu falei nada delicada (quem vai chorar é vc quando eu enfiar o sapato no seu c*
Em 1 dia eu chorei 3 vezes na escola e 3. Em casa ou seja 6 vezes em 1 dia