BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

segunda-feira, 29 de junho de 2009

De Salto Alto e Batom.

Ontem tive um dia daqueles.
Aliás, ultimamente meus dias têm sido tumultuados, confusos, cheios de dúvidas e incertezas. Parece até que meu chão se abriu.
É que a velocidade das mudanças está sendo implacável comigo, e as responsabilidades que assumi recentemente ao decidir morar sozinha com meu filho estão se acumulando.
E esse mundo é tão novo e tão diferente de tudo o que eu havia imaginado que estou até meio perdida.
Pra ser clara: o profissional desandou, por isso a preocupação. Nada tem dado certo, negócios são desfeitos na última hora. E as contas não esquecem o endereço da minha casa.
Procuro não chorar nem me desesperar na frente do Lucca porque eu não quero que ele pense que a mãe dele é fraca.
E como confusão não vem em conta-gotas, pra ajudar o meu relacionamento também não vai nada bem: eu e o Zé não conseguimos falar a mesma língua e, de repente, até nossos sonhos se tornaram conflitantes.
Com tudo isso, lembrei do filme "A Vida é Bela", em que Guido (Roberto Benigni) é levado para um campo de concentração nazista e tem que usar sua imaginação para fazer com que seu filho acredite que estão participando de uma grande brincadeira. O intuito desse pai é de protegê-lo do terror e da violência que os cercam criando uma grande e doce ilusão.
Me senti um pouco a protagonista dessa história tão delicada mas, ao mesmo tempo tão cruel. A diferença é que eu tento mostrar a realidade pro Lucca sem assustá-lo. Afinal não seria justo maquiar a vida pra deixá-la como ela não é.
E no meio de tanta turbulência, ontem tive um daqueles raros e prazerosos momentos sem problemas, sem contas, sem coração partido.
Em pleno domingo gelado fui me encontrar com as meninas do nosso querido blog em uma pizzaria bacana. Apesar da ausência da Mel e da Gabi, demos muitas risadas, conversamos muito, brindamos a amizade e a vida com um belo Merlot (e com refrigerante também) e, claro, comemos pizzas deliciosas também.
E pra variar, o encontro dessa vez foi aberto para alguns homens (no caso o Leandro, marido da Denise, o Márcio, namorado da Diana e o Lucca, que foi de bom grado e também se divertiu muito). Foi um encontro De Salto Alto e Batom, com alguns pares de tênis.
Foi muito bom mesmo - algo como revigorante ou renovador.
E querem saber de uma coisa?
Não existe remédio mellhor pra curar aflições do que a amizade.
Hoje meus problemas ainda estavam por aqui, mas minha alma está tão leve que eu consegui até achar uma ou duas saídas.
E querem saber de outra coisa?
A tormenta vai passar.
Porém, se o meu mundo ruir de vez, terei a certeza de que conto com "travesseiros" preciosos, chamados Juliana, Diana, Denise, Gabriela e Melissa.

Postado por Andréa

6 comentários:

Gabi disse...

Dé....
Realmete não sei o que seria de mim sem vc's...
Amo cada minuto da amizade de vcs',a cda risada,a cada choro,e teho certeza que todos os piores momentos será mais tranquilo sabendo que tenho vc's ao meu lado e apoiando....
Amo vc's
Gabi

Denise disse...

Kika querida, que texto lindo e emocionante. Obrigada pelas palavras tão carinhosas. Vc é mto especial e acredite, esta fase vai passar. Beijos

Di Valente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Di Valente disse...

Oi Déa
Sei que a fase que vc está passando é bem complicada, um tsunami de problemas e acontecimentos desagradáveis.
Mas tenha fé que tudo vai passar, tudo vai melhorar viu amiga.
Saiba que pode contar sempre comigo, SEMPRE !

No domingo, eu estava chateada devido a alguns acontecimentos. Ju tbm estava e vc tbm com seus problemas, que diga-se de passagem, os nosso são fichinha pertos dos seus problemas.
Porem, aquele dia deixamos realmente tudo de lado por alguns instantes em trocas de boas gargalhadas.

Realmente a amizade de vcs para mim não tem preço.

Amo muuuuuuuuito vcs.

Bjs

Di

Jú Manocchio disse...

AAAAhhhhh Meninas....
Nem sei o que dizer, infelizmente as tormentas farÃo partes das nossas vidas sempre, afinal, como saberiamos o que é harmonia se nao existisse a desarmonia, como medir a felicidade se não houvesse a tristeza.
A vida é assim, cheia de momentos, montanha russa de sentimentos e emoções, mas quando temos em quem nos apoiar, os momentos mais tristes ficam menos pesados.
Amo vcs.
Forever and ever.

Evelyn disse...

Oi Moça!
Infelizmente nem tudo na vida são flores, não é mesmo?
Mas com travesseiros como esses aí que você falou, tenho certeza de que irá superar todos os obstáculos e ainda vai rir de tudo isso!
Beijinhos